Critérios PPGLg

O Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLg) dispões de bolsas das seguintes agências de fomento: CNPq e CAPES/PROEX. O número de bolsas disponíveis está sujeito à política da CAPES, do CNPq e da comissão de bolsas da UFSC.

A concessão de bolsas segue, inicialmente, os critérios dessas agências de fomento. Atendidas essas exigências, a atribuição de bolsas, realizada por uma comissão constituída por docentes e por representante discente, segue como critério a ordem de classificação dos candidatos no exame de seleção, que gera uma lista de espera de bolsas (uma para o mestrado e outra para o doutorado).
Ao se realizar novo exame de seleção, o primeiro colocado do exame de doutorado e o primeiro e segundo colocados do exame de seleção ao mestrado têm precedência sobre a lista de espera. Exemplificando: Após a atribuição de bolsas, permaneceram na lista de espera de mestrado: 1)João e 2)Ana. Após novo exame de seleção, com 4 aprovados, a nova lista será: primeiro colocado do exame de seleção, segundo colocado do exame de seleção, João, Ana, terceiro e quarto colocados do exame de seleção.

Ao aluno não é dado o direito nem de escolher a bolsa (distribuídas nesta ordem: CNPq e CAPES/PROEX), nem sair da fila de espera quando for chamado a receber bolsa para depois a ela retornar. Ou seja, se o aluno desistir da bolsa que lhe foi concedida, perde a possibilidade de receber bolsa durante todo o curso.

Para receber bolsa, além dos critérios das agências de fomento, o aluno deverá estar matriculado em três disciplinas por semestre, até terminar os créditos. Perderá a bolsa se reprovar em uma disciplina.

Os resultados de atribuição de bolsas da comissão de bolsas são submetidos à aprovação em reunião do Colegiado do Programa.